Respiração, o controle remoto do cérebro

22 May 2017

O que explica o velho conselho para respirar fundo quando estamos nervosos, ansiosos ou sob forte emoção? Por que isso funciona? 

 

## “Respire fundo”.

 

Qual de nós já não ouviu esse conselho em um momento de nervosismo, stress ou forte emoção?

 

Não se trata apenas de sabedoria popular ou receitinha da vovó, sem desmerecer as coisas simples, porém verdadeiras, que aprendemos na vida. Os efeitos da respiração consciente sobre o nosso estado emocional têm uma explicação científica

 

Já era sabido que respirar lenta e profundamente ativa o sistema nervoso parassimpático, que normaliza o organismo quando experimentamos uma reação emocional intensa. Se numa situação estressante o coração acelera, a pressão arterial sobe e a respiração fica curta e ofegante, o fato de respirar propositalmente devagar é a chave para o cérebro comandar a estabilização desses sintomas, e aos poucos tudo volta ao normal.

 

Hoje sabe-se também que há uma conexão entre a respiração nasal e a área do cérebro que regula as emoções. Ao inspirar com atenção pelo nariz, como se estivéssemos inalando um aroma, provocamos sinais elétricos na região cerebral do córtex olfativo, que está diretamente ligada ao sistema límbico, onde são processadas nossas memórias e reações emocionais

 

É por isso que o perfume de uma pessoa amada, o cheiro característico de um lugar ou o aroma de um alimento que adoramos são capazes de evocar memórias antigas e trazer de volta emoções ligadas a essas lembranças.  

 

Neurocientistas descobriram também que, graças a essa conexão, o ato de inspirar com consciência permite reconhecer mais rapidamente uma emoção que esteja presente e ter maior controle sobre ela.

 

E assim, a respiração intencional se mostra como um verdadeiro controle remoto para o cérebro. Ao inspirar, ativamos nossas faculdades da autoconsciência e autorregulação emocional; ao expirar, ativamos o sistema parassimpático, que recupera o organismo dos efeitos de uma forte emoção.  

 

Quer aprender a manejar seu controle remoto? Pratique mindfulness! Além de exercitar a respiração consciente, você aprende também a observar seus estados emocionais com aceitação, compaixão e sem julgamento.  Isso faz toda diferença na forma como nos relacionamos com os desafios da vida: nos torna mais resilientes, lúcidos, mais emocionalmente equilibrados.

 

Aumente sua autoconsciência e autorregulação emocional  com o Programa Você Mais Centrado com Mindfulness. Clique aqui para saber mais. 

 

Conheça também um exercício para aliviar a ansiedade clicando aqui.

Compartilhe
Please reload

Categorias
Please reload

Outros conteúdos

October 25, 2017

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square