Suas expectativas acabam em sofrimento?

Expectativas, melhor não alimentá-las. E, na verdade, não precisamos delas. O que faz as coisas acontecerem são nossas intenções e ações, e não as expectativas.

 

## Você conhece alguém interessante e começa a surgir um clima. As conversas estão cada vez mais profundas, há tanto em comum entre vocês... Sua mente alimenta expectativas sobre o futuro da relação, até que a pessoa reata com um antigo amor e desaparece. E você, com razão, sofre.

 

Seu chefe sai da empresa e o cargo dele fica vago. Você cria expectativas de ser promovido: afinal, foi sempre o braço-direito do chefe, e ultimamente tem se destacado com excelentes resultados no trabalho. Então a direção contrata alguém de fora para dar uma “cara nova” ao departamento. E você? Sofre.

 

Expectativa é a mente antecipando o que vai acontecer. A princípio, isso nos deixa animados. Quando imaginamos nosso desejo se concretizando, é tão bom...Mas, e se o que esperamos não acontece?

 

Este é o problema de alimentar expectativas: elas podem acabar em frustração ou decepção.

 

Visto que as expectativas tão frequentemente trazem sofrimento ou, no mínimo, aborrecimento, o melhor seria não alimentá-las! E, na verdade, não precisamos delas. O que faz as coisas acontecerem são nossas intenções e ações, e não as expectativas!

 

Se a intenção é ter uma relação afetiva, mas com aquela pessoa não aconteceu, continue firme na intenção e faça as ações para concretizá-la: sair, conhecer pessoas e lugares, estar aberto para a aproximação de alguém.

 

Se a intenção é ter um upgrade no trabalho, mas naquela oportunidade não rolou, continue firme na intenção e realize as ações para concretizá-la. Candidate-se a outras vagas, faça um curso para melhorar seu currículo, acompanhe as oportunidades do mercado de trabalho.

 

Na vida, tudo que nos cabe é ter uma intenção e fazer o que é preciso fazer. Quando vai acontecer o que desejamos, ou como vai acontecer, isso não podemos saber. Alimentar expectativas não vai ajudar – aliás, pode na verdade atrapalhar, gerando ansiedade e dúvida. Pode até nos afastar do que desejamos, quando, impacientes com a demora dos acontecimentos, chegamos à conclusão de que “não vai acontecer mesmo” e desistimos.

 

Quando percebo que estou alimentando expectativas sobre acontecimentos, pessoas ou eu mesma, inspiro profundamente uma vez, com atenção, e expiro pensando “eu deixo ir as expectativas”. E coloco meu foco no que tiver que fazer.

 

Na mente sem expectativas, abre-se espaço para a confiança. Confiança na vida, em nós mesmos, no Universo, seja no que for. Confiança de que, mantendo uma intenção clara e fazendo a nossa parte, mais cedo ou mais tarde, de um jeito ou de outro, se concretizará o que desejamos.

 

A atitude "sem expectativa" é uma das 12 que compõem o Programa Você Mais Centrado - foco, bem-estar e satisfação com você mesmo. Clique aqui para saber como o programa funciona e o que você pode aprender com ele. 

 

Compartilhe
Please reload

Categorias
Please reload

Outros conteúdos

October 25, 2017

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square